segunda-feira, 20 de maio de 2013



NUMA RELAÇÃO HÁ DOIS

Algumas pessoas mantêm relações para se sentirem integradas na sociedade, para provarem a si mesmas que são capazes de ser amadas, para evitar a solidão, por dinheiro ou por preguiça.

Uma relação tem que servir para você se sentir 100% à vontade com outra pessoa; à vontade para concordar com ela e discordar dela, para ter sexo sem não-me-toques ou para cair no sono logo após o jantar, pregado.

Uma relação tem que servir para você ter com quem ir ao cinema de mãos dadas, para ter alguém que instale o som novo enquanto você prepara uma omelete, para ter alguém com quem viajar para um país distante, para ter alguém com quem ficar em silêncio sem que nenhum dos dois se incomode com isso.

Uma relação tem que servir para, às vezes, estimular você a se produzir, e, quase sempre, estimular você a ser do jeito que é, de cara lavada e bonita a seu modo.

Uma relação tem que servir para um e outro se sentirem amparados nas suas inquietações, para ensinar a confiar, a respeitar as diferenças que há entre as pessoas, e deve servir para fazer os dois se divertirem demais, mesmo em casa, principalmente em casa.

Uma relação tem que servir para cobrir as despesas um do outro num momento de aperto, e cobrir as dores um do outro num momento de melancolia, e cobrirem o corpo um do outro quando o cobertor cair.

Uma relação tem que servir para um acompanhar o outro no médico, para um perdoar as fraquezas do outro, para um abrir a garrafa de vinho e para o outro abrir o jogo, e para os dois abrirem-se para o mundo, cientes de que o mundo não se resume aos dois.

Drauzio Varella

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Semelhante atrai semelhante



Somente uma pessoa amorosa, aquela que realmente é amorosa; pode encontrar o parceiro certo.

Essa é minha observação: se você está infeliz você irá encontrar alguém também infeliz. Pessoas infelizes são atraídas pelas pessoas infelizes. E isso é bom, é natural. É bom que as pessoas infelizes não sejam atraídas pelas pessoas felizes; senão elas destruiriam a felicidade delas. Está perfeitamente bem.Somente pessoas felizes são atraídas pelas pessoas felizes. O semelhante atrai o semelhante. Pessoas inteligentes são atraídas pelas pessoas inteligentes; pessoas estúpidas são atraídas pelas pessoas estúpidas.

Você encontra as pessoas do mesmo plano. Então a primeira coisa a lembrar é: um relacionamento está fadado a ser amargo se este surgiu da infelicidade. 
Primeiro seja feliz, seja alegre, seja festivo e então você encontrará alguma outra alma festiva e haverá um encontro de duas almas dançantes e uma grande dança irá surgir disso.


Se você puder ser feliz quando você está só, você aprendeu o segredo de ser feliz. Agora você pode ser feliz acompanhado. Se você é feliz, então você tem alguma coisa para compartilhar, para dar. E quando você dá, você obtém; não é de outra maneira. Assim surge uma necessidade de amar alguém. 
Geralmente a necessidade é de ser amado por alguém. É a necessidade errada. É uma necessidade infantil; você não está amadurecido. É uma atitude infantil.


Uma criança nasce. Naturalmente, a criança não pode amar a mãe; ela não sabe o que é amar e ela não sabe quem é a mãe e quem é o pai. Ela está totalmente desamparada. Seu ser ainda está para ser integrado; ela ainda não está reunida. Ela é somente uma possibilidade. A mãe precisa amar, o pai precisa amar, a família precisa banhar a criança de amor. Agora ela aprende uma coisa: que todos têm que amá-la. Ela nunca aprende que ela precisa amar. Agora a criança irá crescer e se ela permanecer presa nessa atitude que todo mundo tem que amá-la, ela irá sofrer por toda sua vida. Seu corpo cresceu, mas sua mente permaneceu imatura.

Uma pessoa amadurecida é aquela que chega a conhecer a necessidade do outro: que agora tenho que amar alguém.
A necessidade de ser amado é infantil, imatura. A necessidade de amar é maturidade. 
E quando você está preparado para amar alguém, um belo relacionamento irá surgir; de outra maneira não.

”É possível que duas pessoas num relacionamento sejam más uma para com a outra”?
Sim, isso é o que está acontecendo por todo o mundo. Ser bom é muito difícil. Você não é bom nem para si mesmo. Como você pode ser bom para outra pessoa?
Você nem mesmo ama a si próprio! Como você pode amar outra pessoa? Ame a si mesmo, seja bom para si mesmo.

Os seus assim chamados santos têm lhe ensinado a nunca amar a si mesmo, para nunca ser bom para si mesmo. Seja duro consigo mesmo! Eles têm lhe ensinado a ser delicado para com os outros e duro para consigo mesmo. Isso é um absurdo.
Eu lhe ensino que a primeira e mais importante coisa é ser amoroso para consigo mesmo. Não seja duro; seja delicado. Cuide de si mesmo. Aprenda como se perdoar, cada vez mais e novamente; sete vezes, setenta e sete vezes, setecentos e setenta e sete vezes. Aprenda como perdoar a si próprio. Não seja duro; não seja antagônico consigo mesmo. Assim você irá florescer.

Nesse florescimento você atrairá alguma outra flor. Isso é natural. Pedras atraem pedras; flores atraem flores. Assim há um relacionamento que possui graça, que possui beleza, que possui uma bênção nele. Se você puder achar um relacionamento assim, seu relacionamento crescerá para uma oração; seu amor se tornará um êxtase e através do amor você conhecerá o que é o divino.

OSHO

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

SOBRE O AMOR E SUAS PECULIARIDADES




Descobri que o amor é imperfeito, que amar é imperfeito.
Que somos seres imperfeitos na busca de algo perfeito. Algo que não existe.
O dia a dia nos ensina.  A vida nos ensina.
O cotidiano nos mostra isso o tempo todo, pena que nem sempre temos a capacidade de ver.

Vivemos a procura de um amor de sonhos.
Um amor feito de poesias e belas palavras.
Sentimos até o cheiro do amor-conto-invenção.
Vivenciamos esse amor na nossa busca insana pela perfeição, pelo sonho das mil e uma noites.
Em nossos mais loucos delírios idealizamos a pessoa alvo do nosso amor supostamente perfeito como a oitava maravilha do mundo e baseados nessa expectativa “caímos de paraquedas” e vendados num campo desconhecido e louco do qual sequer conhecemos a porta de entrada e nem em sonhos (ou pesadelos) sabemos por onde caminhar.

Mas fazemos poesia, porque poesia é preciso.
E a noite quando olhamos nossas paredes, quase sempre pintadas de branco (porque não ousamos jogar uma tinta colorida), os tantos sonhos nos enfeitiçam e temos novamente a certeza de que o mundo das ilusões vai pular da fantasia e passará a fazer parte da nossa realidade.
Ledo engano. Nada acontece.
Então chegamos à conclusão de que estamos lendo demais contos e lendas, histórias da carochinha, faz de conta com finais felizes.

Esquecemos que o amor é um construir diário, que as imperfeições é que nos fazem gente, que ser gente é ser passível de imperfeições.
Voltamos nossos pensamentos a um mundo tão cheio de ilusões e esquecemos de segurar a mão do ser lindamente imperfeito que pode estar ao nosso lado.

Mas se tivermos sorte e aquele algo mais sussurrar em nossos ouvidos nos dizendo que o amor é também o acordar descabelado e com olheiras, que é a roupa suja pra lavar, o almoço, a janta, a desordem da casa, as contas a pagar, então poderemos nos considerar imperfeitamente em estado de amor.
E apesar disso
E tão simplesmente por isso
Continuaremos a fazer poesia.

Lou Witt

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

COMO É O AMOR?

Tem muita gente que pensa que ama. Não sou ninguém para julgar o amor dos outros, longe de mim. Mas o amor, o amor mesmo, o amor maduro, o amor bonito, o amor real, o amor sereno, o amor de verdade não é montanha-russa, não é perseguição, não é telefone desligado na cara, não é uma noite, não é espera. O amor é chegada. É encontro. É dia e noite. É dormir de conchinha. É acordar e fazer um carinho de bom dia. É ajuda, mãos dadas, conforto, apoio. E saco cheio, também. Porque de vez em quando o amor enche o saco. Tem rotina, tem manhã, tarde, noite, tem defeito, tem chatice, tem tempestade. Mas o céu sempre limpa. Porque o amor é puro como o azul do céu. 

(autor desconhecido)

segunda-feira, 23 de julho de 2012

SIMPATIA OU EMPATIA


Simpatia - É quando o terapeuta se uni aos que sofrem e sentem tudo o que eles sentem, ou seja sentem a dor e o sofrimento do sofredor em si mesmo e se identificam com a dor como se fosse sua. Isto é entrar na dor do sofredor, isto é entrar no luto do outro. 
Esta atitude chamamos de Simpatia, e não é a forma mais adequada de ajudar a pessoa que veio em busca de cuidados terapêuticos.


Empatia - É quando o terapeuta entende a dor e o sofrimento dos outros sem envolver-se pesarosamente com seus sofrimento. Isto é manter-se ao lado do sofredor de forma amorosa e compassiva oferecendo a ele todo seu suporte. 
Esta atitude chamamos de empatia, esta sim, é a forma mais adequada de ajudar a pessoa que veio em busca de cuidados terapêuticos. Isto é tratar o sofredor com inteligência emocional.


“O objeto da empatia é a compreensão (compaixão), e o objeto da simpatia é o bem-estar do outro. (...) Em resumo, a empatia é um modo de conhecimento e a simpatia um modo de encontro com o outro”, define o psicólogo americano Lauren Wispe.

"O estado de empatia, ou de entendimento empático, consiste em perceber corretamente o marco de referência interno do outro com os significados e componentes emocionais que contém, como se fosse a outra pessoa, em outras palavras, colocar-se no lugar do outro, porém sem perder nunca essa condição de “como se”. 


A empatia implica, por exemplo, sentir a dor ou o prazer do outro como ele o sente e perceber suas causas como ele a percebe, porém sem perder nunca de vista que se trata da dor ou do prazer do outro.


O Terapeuta Holístico "ouve" o que a essência do outro precisa e deseja para harmonizar os conflitos internos, entre o pensar, o sentir e o fazer. Encontrando caminhos para recolocá-lo nos trilhos da sua própria felicidade..

quinta-feira, 7 de junho de 2012

TOALHA DE SONHOS



EMPRESTE-ME
A TUA  TOALHA DE SONHOS
PRECISO ENXUGAR AS DORES 
DAS M INHAS LÁGRIMAS
O SAL DA MINHA ESPERANÇA
E DEVOLVER AOS MEUS OLHOS
O BRILHO E A CONFIANÇA
QUE O TEU AMOR PASSAGEIRO
OS MEUS OLHOS EMBASSOU

QUERO LIMPAR O DESGOSTO
E AS MARCAS DA TUA MEMÓRIA
QUE VINCARAM O MEU ROSTO,
RETIRAR DOS MEUS LÁBIOS
A COR SEM COR E SEM GLÓRIA,
QUE A CARÊNCIA DO TEU BEIJO
À MINHA BOCA EMPRESTOU

QUERO ENXUGAR A MINHA PELE
TOTALMENTE ENSABOADA
COM A ESPUMA DAS TUAS PROMESSAS,
SECAR AS PALAVRAS DITAS, FALADAS 
TÃO ÀS AVESSAS 
DAQUELAS QUE OUVIR EU QUERIA

ENROLAR O MEU CORPO CARENTE
ARREPIADO DE DESEJOS
EMOLDURADOS PELAS MENTIRAS
PELAS JURAS DE AMOR
QUE SECARAM E GRUDARAM 
NOS MEUS PELOS

QUERO ROÇAR-ME SUAVEMENTE
NESTA TOALHA DE SONHOS
E TE LIMPAR DA MINHA MENTE,
APAGAR DE VEZ
A ESTRANHA PROFECIA
QUE SÓ A TUA AUSÊNCIA
ME  FARIA COMPANHIA

(POEMA ELEN DE MORAES – RIO DE JANEIRO – JAN 2010


















quarta-feira, 16 de maio de 2012

Quando uma etapa chega ao fim!


"Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.
Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?

Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....
Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó.
Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.
Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco.
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...

Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora.
Soltar.
Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor.
Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.
Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.
Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.
Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és..
E lembra-te:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão."

quinta-feira, 10 de maio de 2012


MÃE - Martha Medeiros

Vamos esclarecer alguns pontos sobre mães,ok?
Desconstruir alguns mitos. 
Não, não precisa se preocupar.
Não é nada ofensivo, eu também sou mãe...e avó! 
Vamos lá: 


MÃE É MÃE: mentira !!!
Mãe foi mãe, mas já faz um tempão!
Agora mãe é um monte de coisas: é atleta, atriz, é superstar.
Mãe agora é pediatra, psicóloga, motorista.
Também é cozinheira e lavadeira.
Pode ser política, até ditadora, não tem outro jeito.
Mãe às vezes também é pai.
Sustenta a casa, toma conta de tudo, está jogando um bolão.
Mãe pode ser irmã: empresta roupa, vai a shows de rock pra desespero de algumas filhas, entra na briga por um namorado.
Mãe é avó (oba, esse é o meu departamento!): moderníssima,
antenadíssima, não fica mais em cadeira de balanço, se quiser também namora, trabalha, adora dançar.
Mãe pode ser destaque de escola de samba, guarda de trânsito, campeã de aeróbica, mergulhadora.
Só não é santa, a não ser que você acredite em milagres.
Mãe já foi mãe, agora é mãe também.



MÃE É UMA SÓ: mentira !!!
Sabe por quê?
Claro que sabe!
Toda criança tem uma avó que participa, dá colo, está lá quando é preciso.
De certa forma, tem duas mães.
Tem aquela moça, a babá, que mima, brinca, cuida.

Uma mãe de reserva, que fica no banco, mas tem seus dias de titular.
E outras mulheres que prestam uma ajuda valiosa.
Uma médica que salva uma vida, uma fisioterapeuta que corrige uma deficiência, uma advogada que liberta um inocente, todas são um pouco
mães.
Até a maga do feminismo, Camille Paglia, que só conheceu instinto
maternal por fotografia, admitiu uma vez que lecionar não deixa de ser
uma forma de exercer a maternidade.
O certo então, seria dizer: mãe, todos têm pelo menos uma.

SER MÃE é PADECER NO PARAÍSO: mentira!
Que paraíso, cara-pálida?
Paraíso é o Taiti, paraíso é a Grécia, é Bora-Bora, onde crianças não entram.
Cara, estamos falando da vida real, que é ótima muitas vezes, e aborrecida outras tantas, vamos combinar.
Quanto a padecer, é bobagem.
Tem coisas muito piores do que acordar de madrugada no inverno pra amamentar o bebê, trocar a fralda e fazer arrotar.
Por exemplo?
Ficar de madrugada esperando o filho ou filha adolescente voltar da festa na casa de um amigo que você nunca ouviu falar, num sítio que
você não tem a mínima idéia de onde fica.
Aí a barra é pesada, pode crer...

MATERNIDADE é A MISSÃO DE TODA MULHER: mentira !!!
Maternidade não é serviço militar obrigatório!
Deus nos deu um útero mas também nos deu poder de escolha.
Como já disse o Vinicius: filhos, melhor não tê-los, mas se não tê-los, como sabê-los?
Vinicius era homem e tinha as mesmas dúvidas.
Não tê-los não é o problema, o problema é descartar essa experiência.
Como eu preferi não deixar nada pendente pra a próxima encarnação, vivi e estou vivendo tudo o que eu acho que vale a pena nesta vida
mesmo, que é pequena mas tem bastante espaço.
Mas acredito piamente que uma mulher pode perfeitamente ser feliz sem filhos, assim como uma mãe padrão, dessas que têm umas seis crianças na barra da saia, pode ser feliz sem nunca ter conhecido Paris, sem nunca ter mergulhado no Caribe, sem nunca ter lido um poema de Fernando Pessoa.

MAMÃE, EU QUERO: verdade!
Você pode não querer ser uma, mas não conheço ninguém que não queira a sua.

5 anos: "Mamãe, te amo."
11 anos: "Mãe, não enche."
16 anos: "Minha mãe é tão irritante."
18 anos: "Eu quero sair de casa."
25 anos: "Mãe, vc tinha razão."
30 anos: "Eu quero voltar pra casa da minha mãe."
50 anos: "Eu não quero perder a minha mãe."
70 anos: "Eu abriria mão de TUDO pra ter minha mãe aqui comigo."...

MINHA HOMENAGEM A TODAS(OS), QUE POSSUEM O ESPÍRITO MATERNAL QUE PROTEGE, CUIDA, ACONSELHA, CRIA, ENCAMINHA, TORCE, REPREENDE, EDUCA, ORA, PERDOA, DOA,  AMA, AMA, AMA...INCONDICIONALMENTE....!
...E A MÃE TERRA, QUE NOS ALIMENTA E DÁ SEU COLO INDISTINTAMENTE...!
BEIJOS NO CORAÇÃO!

sexta-feira, 20 de abril de 2012

A ESSÊNCIA DO AMOR
Não apenas sexo
Seja muito observador, seja amoroso, e, se às vezes o sexo acontecer como parte do amor, não há porque se preocupar com isso. 
Mas o sexo não deve ser o foco. O foco deve ser o Amor.
Se você ama uma pessoa, você compartilha o seu ser. Você compartilha o seu ser com ela, você compartilha um espaço.
É isso exatamente que o Amor é: algo que cria espaço entre duas pessoas, um espaço que não pertence a nem a uma nem a outra, mas a ambas - um pequeno espaço entre duas pessoas, onde ambas podem se encontrar e se fundir.
Esse espaço nada tem a ver com espaço físico. Ele é simplesmente espiritual. Nesse espaço você não é você e o outro não é o outro. Vocês dois entram nesse espaço e se encontram. Isso é que é Amor. Se o Amor crescer, então esse espaço comum se torna cada vez maior e ambos os parceiros se diluem nele.
(...) Existe um tipo de sexo que não é absolutamente sexual.
O sexo pode ser belo, mas a sexualidade não.

Quando digo "sexualidade", estou me referindo ao sexo cerebral - pensado, planejado, manejado, manipulado, jogando com muitas coisas, mas a coisa básica que permanece no fundo da mente é que a pessoa está se aproximando de um objeto sexual.

Quando você olha uma pessoa com os olhos desse tipo de sexualidade, você reduz o outro a um objeto sexual. O outro deixa de ser uma pessoa e todo jogo é apenas manipulação. Você vai acabar na cama mais cedo ou mais tarde. Só depende do quanto você brinque com essa ideia e do quanto vocês dois prolongarem as preliminares.
Mas, se na mente, o objetivo é apenas o sexo, então se trata da sexualidade de que estou falando.
Quando a mente não tem nada a ver com sexo, então se trata de sexo inocente, puro.
Esse sexo pode às vezes ser atá mais puro do que o celibato, porque, se um celibatário pensar continuamente em sexo, então não se trata de um celibato.
Quando a pessoa mergulha num relacionamento de amor mais profundo por alguém, sem pensar em sexo, mas ele acontece porque que ela se envolve tão profundamente que ele acontece, então está tudo bem e não a nada com que se preocupar. Não se sinta culpado por causa disso.
(Do livro "A essência do Amor" - Osho)


quarta-feira, 18 de abril de 2012


Inteligência é o maior afrodisíaco que um homem pode oferecer.
Acho que poucas coisas nesta vida são mais eróticas e provocantes do que a inteligência
E quem a tem também possui senso de humor - porque somente os inteligentes não levam nada muito a sério e sabem se divertir mesmo com as intermináveis chatices cotidianas. 
Então temos inteligência e senso de humor, que somados à malícia 
(outro atributo dos neurologicamente privilegiados) arrebatam as mulheres e tornam um homem ainda maior aos nossos olhos. 
Porque não basta pregar a gente na parede. 
Isso todo ser munido de um bom falo é capaz.
É preciso, para se diferenciar da varonil multidão, despertar nosso impulso primitivo racionalmente ativável. 
Eternamente alunas
Eis aqui a diferença: nosso desejo de invasão não prescinde do intelecto (você já deve ter presenciado o olhar admirado e sensual das alunas de um grande professor).
Porque mulher gosta mesmo é de ser surpreendida, e isso só acontece quando se depara com alguém mais esperto do que ela. Todos sabem o jogo que estão jogando, esse interminável gato-atrás-do-rato que motiva nossa vidinha. E é preciso reconhecer as suas regras, o que requer maturidade.
Os inteligentes sabem do que somos feitas. E sabem que, por trás de toda empáfia, vaidade ou sedução, está um bichinho indefeso em busca de acolhimento, louco por um colo.

A virilidade está nisso, na consciência masculina de que não somos assustadoras nem lascivas, mas apenas mulherzinhas assustadas e ávidas por um olhar que nos descubra. E nos devore, de preferência.(Kika Salvi)

terça-feira, 10 de abril de 2012

O SAPO E A ROSA

Era uma vez uma rosa muito bonita, que se sentia
envaidecida ao saber que era a mais linda do jardim.
Mas começou a perceber que as pessoas somente a
observavam de longe.

Acabou se dando conta de que, ao seu lado, sempre
havia um sapo grande, e esta era a razão pela
qual ninguém se aproximava dela.

Indignada diante da descoberta, ordenou ao
sapo que se afastasse dela imediatamente.

O sapo, muito humildemente, disse:
- Está bem, se é assim que você quer...
Algum tempo depois o sapo passou por onde
estava a rosa, e se surpreendeu ao vê-la murcha,
sem folhas nem pétalas.

Penalizado, disse a ela:
- Que coisa horrível, o que aconteceu com você?
A rosa respondeu:
- É que, desde que você foi embora, as formigas
me comeram dia a dia, e agora nunca voltarei
a ser o que era.

O sapo respondeu:
- Quando eu estava por aqui, comia todas as
formigas que se aproximavam de ti.
Por isso é que eras a mais bonita do jardim...

********************

Muitas vezes desvalorizamos os outros por
crermos que somos superiores a eles,
mais 'bonitos', ou que eles não nos servem para nada.

Deus não fez ninguém para 'sobrar' neste mundo.
Todos temos algo a aprender com outros ou a ensinar a eles,

Pode ser que uma destas pessoas, a quem
não damos valor, nos faça um bem que nem
mesmo nós percebemos.

(Autoria desconhecida)



segunda-feira, 9 de abril de 2012


É MOMENTO DE RECEBER...

É dito que essa é uma das leis de atração do Universo: Pedir, Acreditar e Receber.
Peça apenas uma vez. É exatamente como se encomendasse alguma coisa no catálogo do Universo. Você faz o pedido e aguarda. Você não faz um pedido depois fica em dúvida e torna a fazê-lo repetidamente. É preciso acreditar.

De acordo com Lisa Nichols “Acreditar que o que desejou já é seu. Acreditar que o pedido está sendo processado no invisível, para se tornar visível ou materializado". Sabe, quando você liga para alguém, e enquanto espera ouve a seguinte mensagem: - “Estamos  processando sua ligação”?

É preciso acreditar que o que você quer já é seu no momento que desejou, com seu pensamento e seu amor magnético. Tem que possuir uma fé absoluta e incondicional”.

Robert Collier nos ensina: “Veja as coisas que você quer como se fossem suas. Saiba que elas virão até você quando forem necessárias. Então, deixa-as vir. Não se aflija, nem se preocupe com elas. Não pense na falta delas”. Se você se concentrar na falta  o Universo vai espelhar a falta.
Você tem que emitir a frequência da sensação de já ter recebido. Quando fizer isso a lei da atração moverá poderosamente todas as circunstâncias, pessoas e acontecimentos para você receber.

Se você pensa que não tem o bastante, você está se concentrando na falta e na carência. Com isso o universo vai atrair mais necessidade, mais falta e mais carência: de dinheiro, de amor, de saúde, daquilo que você está desejando.
Ao contrário, quando você fica tranqüilo, pois sabe que tem o bastante e que nunca vai faltar, você emite um sinal de abundância, se conecta e atrai abundância. “Semelhante atrai semelhante”!
Agora você está compreendendo que há abundância para você, e o seu trabalho não é descobrir como o dinheiro chegará. Seu trabalho é pedir, acreditar que irá receber, e ficar alegre desde agora. Deixe a cargo do Universo os detalhes sobre como isso chegará até você.

Confiança é ter FÉ. E a fé se alimenta da crença de que tudo é possível. É preciso perceber os milagres que acontecem ao nosso redor, desde que o dia amanhece. 
Hoje, damos mais ênfase a acidentes e catástrofes, do que a situações milagrosas que salvam vidas de forma quase que impossíveis. Nas descobertas de novas formas de cura e nas atitudes éticas e de bom caráter. Todos os dias, temos provas de que "algo maior nos traz felicidade".

“Não andeis inquietos nem com o que vos é preciso para alimentar a vossa vida, nem com o que vos é preciso para vestir o vosso corpo. 
A vida vale mais que o alimento e o corpo mais que a veste. 
Considerais os pássaros. Não semeiam, nem ceifam, 
nem tem despensa e Deus os sustenta. 
Acaso valeis vós menos que eles”?. 
(Lucas cap 12 versículo 22 a 28).

Já reparou que tem muita gente que gosta de doar, mais tem dificuldades em  receber?
Quando recebe um presente fica tão constrangido que diz, ora não precisava se incomodar! Se sente mal quando recebe um elogio! Não consegue parar quieto para receber um afago. Está sempre “funcionando”!
Agindo assim, você está obstruindo o giro da Roda “Dar e receber”. Esse é o movimento circular perfeito da natureza. Quem dá está recebendo, e quem está recebendo já doou. Lei da atração.

Muitas vezes estamos numa fase da vida que precisamos ser ajudados por amigos ou familiares e sentimos vergonha disso, pois sempre estivemos numa posição de ajudar e doar. Mas, é preciso experimentar o lado de RECEBER, e ser humilde para viver um tempo de escassez material ou de saúde, mas com uma abundância espiritual tremenda. Agradecer antes de receber é mais poderoso ainda, pois temos a convicção de que tudo dará certo. Doar e receber são inseparáveis como as nossas mãos, uma voltada para baixo doando e outra voltada para o alto recebendo. E no meio o nosso coração agradecendo a dádiva de ser instrumento de Amor.

Tereza Sigwalt – Terapeuta Holística

sábado, 7 de abril de 2012



A  Vida me ensinou dizer adeus às pessoas que amo.
Sem tirá-las do coração.
Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
para mostrar que sou diferente do que pensam. 
Fazer de conta que tudo está bem, quando isso não é verdade,
para que eu possa acreditar que tudo vai mudar.
Calar-me para ouvir e aprender com meus erros.
Afinal...eu posso ser sempre melhor!
A ser forte quando os que amo estão com problemas,
ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho.
Amar aos que me machucam, ou querem fazer de mim 
depósito de suas frustrações e desafetos.
Perdoar incondicionalmente,pois já precisei desse perdão.
amar incondicionalmente pois também preciso desse amor!

Charles Chaplin

quarta-feira, 4 de abril de 2012

RELAXE...DEIXE-SE FLUTUAR

Relaxe...feche seus olhos
E deixe-se levar pela melodia 
Solte o pensamento
Deixe-o ir com o vento
Deixe-o passear por paisagens
Nunca antes visitadas
Deixe-se embalar por esta
Doçura
Deixe-se flutuar....!


MUDANDO A MINHA VIDA

MEU PRIMEIRO AMOR

VOCÊ É O MEU DESTINO

ROSA DE OUTONO

FLAUTA CELTA




A CURA ATRAVÉS DA DANÇA



A DANÇA CIGANA

"A DANÇA CIGANA" vem desde o princípio do mundo ... ela guarda o mistério de "MAGIA" que temos dentro de nós ...
Essa magia desperta e cresce com a descontração de nossos movimentos. Ela é na verdade a nossa força interior, a energia de criação, é a materialização do nosso pensar e do nosso sentir.

Quando levantamos nossas mãos em ondulações ou "rodopiamos" nossas amplas saias, já estamos em contato com as energias do céu e da terra, e nos equilibramos energeticamente.

Quando dançamos, pisamos firme no chão com os pés descalços, estamos recebendo a energia do elemento Terra, que irá nos dar força para os desafios da vida, principalmente para o chakra básico.

Os passos da Dança Cigana, quer sejam com as mãos, com os pés, com a cabeça, ombros, ou com a saia, devem ser firmes, fortes e desafiantes ...

Assim, vamos dançar com toda a força de nossa intuição, despertando a MAGIA (energia) que temos dentro de nós...

Não há idade para este "exercício de alegria" Ele é poderoso quando praticado com descontração e felicidade.

A alegria da DANÇA CIGANA leva a força do sorriso ao coração, tornando nossos desejos realidade.

Dance e acenda a fogueira de seu coração, deseje Amor, Prosperidade, Paz ao Mundo, Harmonia em Família, proteção, fartura na mesa e cura em suas mãos. Discernimento e entendimento que do alto flua, como uma cachoeira de Luz, iluminando sua vida e a de todos que estão ao seu redor, ligando o Céu ao teu Coração!

..Sorria sempre...

Solte seu corpo, remexa seus quadris, ondule suas mãos, rodopie, solte as amarras que você tem e liberte seu coração da caverna de tristezas do passado. 

Saia a vida te espera, não tenha medo de tentar mais uma vez...!!

NAMASTÊ
BEIJOS NO CORAÇÃO!